Glossário

NÃO FIQUE EM DÚVIDA, AMPLIE SEU CONHECIMENTO

Reunimos todas as palavras utilizadas no dia a dia de quem trabalha com rótulos, etiquetas e adesivos em geral. Aproveite para consultar nosso glossário todas as vezes que tiver dúvida sobre algum termo.

A
Abertura: deformação em que uma das camadas se separa da outra causando uma espécie de abertura.
Absorção: Propriedade dos papéis de absorver líquidos ou vapores. Também pode ser a supressão parcial da luz por meio de um material transparente ou translúcido, quando falamos em óptica.
Abrasividade: propensão de esmerilhamento ou desgaste por fricção, de um determinado papel ou tinta.
Acabamento: propriedade determinada pela textura e pelo brilho da superfície de um filme, tanto brilho quanto fosco.
Acabamento em relevo: papel com superfície em alto ou baixo relevo similar a algum tipo de padrão como madeira e tecido.
Acabamento fosco: superfície opaca, sem brilho.
Adesão: aderência, uma ligadura criada como consequência do contato de duas superfícies.
Adesão específica: força necessária à remoção de um autoadesivo de um substrato sob condições específicas.
Adesão final: adesão máxima de um autoadesivo. É a força necessária à remoção de um autoadesivo de um substrato após um longo período de tempo.
Adesividade: é definida como a força requerida para remover um material autoadesivo sensível a pressão, sob condições específicas.
Adesivo: que adere ou cola. Aderente.
Adesivo acrílico: autoadesivo com base adesiva de polímeros acrílicos com ótima estabilidade em ambientes externos.
Adesivo alto tack: adesivo com alto grau de aderência no primeiro contato.
Adesivo de borracha: também chamado de hot melt, é um adesivo formado com base em borrachas naturais ou sintéticas.
Adesivo permanente: autoadesivo caracterizado por apresentar alto grau de colagem.
Adesivo removível: autoadesivo caracterizado por ser destacado posteriormente à aplicação, não deixando resíduos.
Adesivo em contato com alimentos: segue regras de órgãos competentes sobre contato direto e indireto do rótulo com o alimento.
Adesivo para baixas temperaturas: proporciona a aderência de um autoadesivo em materiais refrigerados e congelados.
Adesivo para altas temperaturas: proporciona resistência a um autoadesivo em ambientes com temperatura superior a 90°C, normalmente.
Alongamento: aumento do comprimento de um material, resultante de seu estiramento até seu ponto de ruptura.
Alta gramatura: produto autoadesivo que possui maior quantidade de adesivo por metro quadrado, geralmente utilizado em superfícies irregulares, como caixas de papelão e bombonas plásticas.
Alto tack: adesivo com alto grau de aderência no primeiro contato.
Amarelamento: desenvolvimento de manchas amareladas e marrons que acontece pela mudança gradual da cor original de um rótulo autoadesivo.
Ancoragem: estabilidade, adesão específica de um adesivo ao próprio material frontal ou a um revestimento âncora estável.
Aplicador: aparelho que aplica automaticamente etiquetas em determinado produto.
Autoadesivo: papel, película ou outro material que adere por pressão, não necessitando aplicar cola na superfície a ser aplicada. Basta pressionar o autoadesivo, após a retirada do protetor.
B
Bobina: folha contínua de material fabricado.
Bobinador: instrumento destinado a retirar a bobina do carretel, aparar as extremidades, enrolar em rolos e cortar.
BOPP: Polipropileno biorientado.
Brilho: propriedade de uma superfície refletir luz.
C
Cabeçote de tinta: parte da impressora que armazena e fornece a tinta para os rolos de tinta.
Calibrador: instrumento para verificar a espessura de uma folha de papel. Apresenta medidas em milésimos de milímetros, geralmente.
Celulose: substância encontrada nas células vegetais. Seu único solvente é o licor de Schweitzer. Com ácido sulfúrico fornece o pergaminho vegetal.
Cilindro de chapa de impressão: equipamento em que a chapa de impressão é montada.
Cilindro de impressão: equipamento em que o papel recebe a impressão por meio de uma chapa com tinta direta ou da blanqueta na impressão em offset.
Cisalhamento: corte de um material por inteiro.
Coater: equipamento usado para aplicar adesivos nos suportes e produzir fita autoadesiva. É formado por plataforma de desbobinamento, dispositivos de revestimento, rolos, fornos e plataforma de rebobinamento.
Coesão: força interna do adesivo. Resistência a falhas ou rasgos quando os rótulos são retirados ou tensionados.
Condicionamento: processo de submeter um material a temperaturas específicas e a estados relativos de umidade, por período estipulado de tempo.
Conformidade: capacidade de uma etiqueta de se submeter aos contornos de uma superfície em razão de uma baixa força coesiva.
Cor: resultado da reflexão selecionada de um feixe de luz emitido entre 400 e 700 nanômetros e, assim, perceptível ao olho humano. Tem por base a decomposição da luz branca.
Cor firme: permanência ou estabilidade da cor. Propriedade de um rótulo conservar sua cor em estocagem normal ou de resistir à mudança de cor quando exposto à luz, ao calor ou outras influências nocivas.
Cortadeira: disco afiado que corta o papel em tamanhos pré-determinados.
Corte: é o corte do autoadesivo por inteiro (frontal + adesivo + protetor).
Corte duplo: aplicação em trabalhos que requerem, após a separação e outras operações de acabamento gráfico, o corte final.
Corte em folhas: procedimento em que o autoadesivo é convertido em folhas de rótulos acabados com comprimento determinado na prensa rotativa.
Corte final: refile final, é a padronização de um trabalho gráfico no formato exigido pelo cliente.
Craquelamento: diz respeito à secagem inapropriada da tinta, em que o pigmento se dispersa devido ao veículo ter sido absorvido rapidamente pelo papel.
D
Degradação: presença de rachaduras, riscos, bolhas, desbotamento das cores entre outras formas de deterioração do filme.
Delaminação: separação de um material em camadas.
Descanso: período em que o autoadesivo permanece sobre uma superfície antes do teste de desempenho ou capacidade de remoção.
Descolamento: momento em que a fita sai espontaneamente da superfície à qual foi aplicada.
Deterioração: mudança nas propriedades de um adesivo causada pela ação do tempo.
Direção da máquina: direção em que as fibras de celulose tomam no papel, após a corrida na máquina de fabricar papel.
Dobra: distorção apresentada no material que interrompe a continuidade e a suavidade da bobina.
E
Emenda: método para unir tramas de papel ou de plástico em rolo autocolante, com o propósito de se produzir uma chapa operacional contínua.
Emulsão: dispersão de glóbulos ou partículas finas de um determinado líquido em outro líquido.
Encanoamento: deformação da fita que surge na lateral do rolo e promove uma abertura entre as camadas.
Encolhimento: redução da fita.
Enrugamento: é o franzido ou dobra que pode ocorrer no produto autoadesivo, resultante de condições ambientais como temperatura e umidade relativa do ar.
Envelhecimento: mudança ocorrida em um material com o passar do tempo.
Envelhecimento natural: mudança pela qual passa o autoadesivo em decorrência de sua exposição às condições ambientais.
Envelhecimento acelerado: procedimento destinado a testar um conjunto de etiquetas, submetendo-as a condições ambientais específicas com o objetivo de prever o processo de envelhecimento natural.
Espessura: distância de uma superfície a outra, mensurada com leve pressão por meio de um medidor especial e representada em milésimos de polegada.
Esqueleto: sobra. Partes da frontal com adesivo, que são removidas durante o processo de estampagem de uma etiqueta (meio-corte).
Estabilidade dimensional: diz respeito ao grau de aumento e redução de um material em diversas condições de ambientes.
Etiqueta autoadesiva: pedaço de papel ou película que recebe uma fina camada de adesivo sensível à pressão por contato. É formada por frontal (parte visível que será impressa, adesivo (sensível à pressão por contato) e protetor (liner).
Estender o papel: colocar o papel em maços pequenos, em armações próprias, com a finalidade de ventilá-lo.
Escoamento: propriedade que a tinta tem de se espalhar na superfície dos cilindros da impressora.
Estiramento: distensão de um autoadesivo ao se retirar a etiqueta de um substrato, papel frontal ou matriz.
Eucalipto: árvore empregada na fabricação de papel, rica em óleos essenciais e muito voláteis, exalando cheiro forte e característico.
F
Faca: ferramenta ou dispositivo usado para cortar materiais em determinado formato.
Face partida: quebra, rasgo ou fissura na face da etiqueta com o propósito de facilitar a remoção.
Falha do adesivo: descolamento parcial ou total do rótulo aplicado no substrato.
Fibra curta: proveniente de plantas como eucalipto e cana, com aproximadamente 1 mm de comprimento, tendo maior emprego em papéis de impressão e de escrever.
Fibra longa: proveniente de determinados pinheiros, com aproximadamente 3 mm de comprimento, tendo maior emprego em papéis de impressão e de escrever.
Filme: polímeros como vinil, polietileno, poliéster e acetato utilizados para fabricação de frontais.
Filme biorientado: filme estendido e esticado nas direções da máquina e da transversal para melhorar as propriedades físicas em comparação com o polipropileno não orientado.
Filme metalizado: película plástica ou resinosa, revestida por uma finíssima camada de metal.
Filme não orientado: filme que não foi submetido a tensão para alinhar as cadeias de polímeros e melhorar as propriedades.
Fita de transferência: Autoadesivo aplicado sem suporte em um liner revestido em ambos os lados.
Firmeza: resistência de um adesivo ao escoamento.
Fissuras: série de rachaduras no revestimento de verniz ou frontal plástico, normalmente causada pela combinação de expansões e contrações devido às variações de temperatura ou excesso de solventes no sistema de tinta.
Flexibilidade: propriedade de um frontal que indica se ele pode se ajustar a superfícies curvas.
Força coesiva: coesão, ligadura interna, força interna do adesivo. Mede a resistência do adesivo à forças paralelas a superfície.
Força de rompimento: pressão necessária à ruptura de um determinado papel, quando testado em instrumento específico sob condições específicas. Determina-se, principalmente, pela força tênsil e pela extensibilidade do papel.
Força de release: esforço necessário para destacar o frontal do papel protetor (mede-se em Kg f/polegada ou Kg f/cm).
Força tênsil: força paralela ao plano do exemplar, necessária à quebra de uma dada largura e comprimento do papel, sob condições específicas.
Formato: tamanho, série metódica de formatos de papel proposta pela Deutsche Industrie Norme (DIN) e adotada mundialmente.
Frontal: superfície adesivada do autoadesivo, na qual geralmente se imprime e que é transformada em etiqueta, rótulo ou display.
FSC: Forest Stewardship Council - Conselho de Manejo Florestal. Organização independente criada com o intuito de discutir o manejo florestal ambientalmente adequado, socialmente benéfico e economicamente viável, e identificar ferramentas que promovam uma mudança positiva e duradoura nas florestas e nos povos que nela habitam.
G
Glassine: papel superacetinado, macio, denso, transparente, fabricado principalmente a partir de pastas químicas de madeira de fibra longa.
Gramatura: é a quantidade de adesivo por metro quadrado (g/m²).
Gravação em baixo relevo: imagem gravada abaixo da superfície normal do rótulo.
Gravação em relevo: também chamada de gravação em alto relevo, ela imprime em relevo para obter uma superfície elevada ou sobreposta.
H
Hot melt: adesivo formado com base em borrachas naturais ou sintéticas.
Hot stamping: processo decorativo em que a imagem é transferida para o substrato por meio de chapa quente e em alto-relevo.
I
Impressão a laser: processo eletrofotográfico sem impacto que utiliza um feixe de laser para explorar a superfície do cilindro criando uma imagem latente que atrai o toner, que é fundido sobre a superfície da impressão.
Impressão em offset: procedimento indireto em que a impressão em uma chapa plana é feita por meio de um cilindro envolto por borracha.
Impressão em rotogravura: técnica em que células minuciosamente gravadas em profundidade levam mais tinta do que uma superfície mais elevada.
Impressão em tela: método em que a tinta é compelida pela área da imagem de um tecido esticado por meio de um rodo ou por pressão de ar.
Impressão flexográfica: impressão tipográfica rotativa.
Impressão tipográfica: processo em que a tinta é aplicada a uma superfície por porções de tipos ou chapas rígidas para impressão.
Impurezas: pequenos pedaços de madeira bruta que aparecem na folha acabada.
Inibidor: usado para prolongar a vida útil de alguns adesivos em estoque, é uma substância que reduz a velocidade da reação química.
J
Jato de tinta: método de impressão que utiliza tinta líquida projetada gota a gota em cima do substrato.
K
Kraft: sulfato de papel de polpa de madeira.
L
Laminação: processo em que o protetor recebe o silicone e o adesivo, juntando-se ao frontal e formando o autoadesivo.
Laser: feixe de luz estreito capaz de produzir imagens eletrônicas por meio de controle remoto a partir de computadores ou transmissão de fax.
Laminado de papel metálico: suporte metálico laminado em folha de papel utilizado como material frontal. A lâmina geralmente recebe revestimento para melhorar a aceitação da tinta.
Levantamento de borda: tendência da extremidade de um rótulo de elevar-se da superfície do substrato. A resistência da extremidade depende da força de ligação do adesivo e da flexibilidade do frontal.
Ligação: adesão de um autoadesivo à superfície do substrato em que foi aplicado.
Liner: papel ou filme revestidos por uma camada antiaderente, cuja finalidade é proteger ou dar suporte a um material adesivado.
M
Marca d’água: design impresso em papel pelo relevo padrão do rolo texturizado durante a fabricação.
Massa: sinônimo para adesivo.
Material frontal: qualquer papel, película, tecido ou laminado de metal adequado à fabricação de autoadesivo. No produto acabado, essa folha é ligada à camada adesiva e se torna a parte funcional do produto.
Matéria-prima da etiqueta: combinação do material frontal, adesivo e protetor (liner) com os quais se fabricam etiquetas.
Meio corte: é o corte feito somente no material frontal, na forma desejada (confecção de etiquetas, por exemplo), sem cortar (vazar) o papel protetor.
Memória: qualidade de um material que, após sofrer distorções, tenta retornar às suas dimensões originais.
Metro: unidade de medida de comprimento (1m= 100cm = 1.000mm).
Metro quadrado: unidade de medida de autoadesivo, representado pela sigla m².
Micrômetro: aparelho que é utilizado para medir espessura de películas com precisão de 0,01mm.
Micron: medida decimal que representa 1 milésimo de milímetro (0,0001mm). Utilizado para medidas de películas.
Migração: penetração de um ou mais componentes de um adesivo no substrato ou no frontal. Movimento de um ou mais componentes seja do frontal ou do substrato para o adesivo ou tinta.
Mosqueado: cor não uniforme de uma lâmina de material frontal ou de rótulo.
N
Nylon: plástico utilizado como filme com alta resistência a óleo e gás ou também como filamento em fitas adesivas.
O
Olho de peixe: deformação redonda ou com formato de olho em um revestimento.
Opacidade: propriedade oposta à transparência de um papel ou filme, ela evita que a impressão escura seja vista no lado posterior da folha.
Orientação: alinhamento da estrutura cristalina em materiais poliméricos para produzir uma estrutura altamente uniforme.
Oxidação: É a deterioração de um filme adesivo devido à exposição atmosférica.
P
Pallet: plataforma em que o papel é carregado para armazenamento e transporte.
Papel: formação homogênea de fibras de celulose, desenvolvidas por meio de suspensão em água, que é unida pelo entrelaçamento de fibras e por agentes aditivos.
Papel couché: papel com uma camada de carbonato de cálcio e calim mais pigmentos e aditivos que fecham os poros, transformando-se em papel nobre.
Papel couché brilhante: papel cujo revestimento endurece e sedimenta quando em contato com a superfície calandrada revestida.
Papel fluorescente: revestido por pigmento fluorescente, não só reflete comprimento de onda visível, mas também, é ativado pela maior parte da luz absorvida, reemitindo-a como cor de onda de comprimento maior, o que resulta no reforço da luz emitida.
Papel glassine: papel superacetinado, macio, denso, transparente, fabricado principalmente a partir de pastas químicas de madeira de fibra longa.
Papel isento de madeira: papel feito de pasta com 100% de celulose.
Papel litográfico: papel acetinado em, pelo menos, um dos lados. Próprio para impressão litográfica.
Papel offset: papel fabricado com 100% de pasta química branqueada com colagem superficial. Tem estabilidade dimensional apropriada, minimizando a absorção de água antes, durante e após a impressão.
Papel pasta mecânica: conhecido também como papel jornal, ou seja, aquele que é feito mediante simples moagem e trituração de madeira.
Papel vegetal: semelhante ao pergaminho de origem animal, é o papel resistente a óleo e água. É obtido a partir da passagem do papel em ácido sulfúrico com o objetivo de gelatinizar sua superfície. A esse processo, seguem-se a lavagem e a secagem.
Papelão timbó: produto utilizado quando do corte e vinco na confecção de etiquetas como calço de ajuste na batida da faca, colocado entre o autoadesivo e o padrão da máquina.
Pasta química: trata-se de celulose que possui conteúdo de lignina não superior a 10%.
Pasta mecânica: é obtida por desfibramento mecânico, usando-se rebolos de água que dilaceram as toras de madeira sob forte pressão.
PE: polietileno.
Penetração: mudança de aparência do material frontal em decorrência do movimento de um ou mais componentes a partir do adesivo ou do substrato.
Perfurado: pequenas incisões realizadas em rótulos ou no papel frontal em decorrência do movimento de um ou mais componentes a partir do adesivo ou do substrato.
PET: poliéster.
Pigmento: partículas sólidas utilizadas para dar cor, corpo e opacidade a tintas de impressão.
Plástico: formado a partir de polímeros, incluindo produtos naturais e sintéticos. Ele pode ter a fluidez e a pressão ou tensão de tração para criar um determinado formato.
Plastificante: amaciador, é a substância adicionada aos materiais com o objetivo de se conseguir flexibilidade, alongamento e aumentar sua aplicabilidade.
Poliéster: filme com boa resistência a umidade, solvente, óleo e outras substâncias químicas.
Polietileno: É um filme resistente, flexível e extrusado.
Polímero: refere-se a resinas orgânicas sintetizadas, porém também pode estar relacionado a materiais naturais, como o amido, açúcar, celulose e borracha natural.
Polipropileno: plástico de poliolefina com propriedades similares ao polietileno, porém com maior resistência a temperatura e maior força.
Porosidade: densidade da superfície de adesão, a propriedade de absorção adesiva pela superfície de adesão.
Protetor: também chamado de liner, é um papel ou filme tratado com silicone por meio do processo de polimerização, servindo de protetor do lado aderente do produto autoadesivo.
Prensa rotativa: Impressora que usa placas que encaixam nos rolos e papel em rolos contínuos, usada pelos jornais.
Projeção: também conhecida como offset, é quando a tinta da folha impressa é transferida ou marca a próxima folha ao ser impressa.
R
Rachadura: presença de diminutas fissuras em revestimento envernizado, laqueado ou em películas.
Rebobinador: máquina que puxa e corta os rolos do bobinador e os rebobina em unidades menores.
Rebobinamento: enrolar o papel que está no tubete para um outro núcleo para que, assim, sejam produzidos rolos com a largura, diâmetro e tensão desejados.
Reciclagem: resíduo das aparas de material que é reutilizado na máquina de molde por sopro, após passar por uma mistura com materiais virgens.
Release: esforço necessário para destacar o frontal do liner, mede-se em Kg f/polegada ou Kg f/cm).
Removibilidade: expressão aplicada na descrição da força ou do estado em que os autoadesivos podem ser removidos de um substrato. Um rótulo removível seria o que não causaria quaisquer estragos ou manchas ao substrato ou ao material frontal quando da remoção.
Reposicionamento: relaminação de rótulos para uma posição diferente no papel de suporte a partir do meio corte.
Resíduo: adesivo deixado no substrato quando o rótulo é removido.
Resina: polímeros naturais e sintéticos, amorfos na estrutura e sem ponto de fusão característico.
Resistência a abrasão: resistência à fricção ou ao desgaste por ação do tempo apresentado pela superfície de uma etiqueta, incluindo o próprio material utilizado, a impressão ou quaisquer revestimentos protetores.
Resistência a manchas: resistência a borrões. Resistência de uma superfície de papel impresso a nódoas de tinta ou borrões. Capacidade de absorção do papel.
Resistência as condições atmosféricas: capacidade de um rótulo ou etiqueta de resistir às condições climáticas.
Resistência a luz solar: capacidade do material resistir aos efeitos nocivos das irradiações solares, em especial aos comprimentos de onda nos raios ultravioletas e às extremidades dos infravermelhos.
Resistência a solventes: poder de resistência do material adesivo à ação de líquidos orgânicos específicos.
Resistência a temperatura: é o poder de resistência do autoadesivo a temperaturas variadas, quando do processo de impressão.
Resistência à umidade: resistência à absorção ou passagem de umidade.
Resistência química: resistência do autoadesivo à deterioração por substâncias químicas em condições específicas.
Revestimento de barreira: revestimento aplicado ao material frontal no lado oposto à superfície de impressão com o objetivo de aumentar a capacidade e prevenir a penetração do adesivo no frontal, melhorar a ancoragem do adesivo com o frontal.
Revestimento protetor: revestimento sobre a impressão. É um revestimento que protege a impressão e a superfície de um autoadesivo, seja da abrasão, luz solar, de produtos químicos, da umidade ou de uma combinação de todos esses elementos.
Revestimento (coating): material aplicado para formar um filme de cobertura sobre uma superfície com a função de decorá-la ou protegê-la da ação de agentes ou ambientes degradantes.
Revestimento com cera: utilização de parafina ou alguma outra espécie de cera em uma folha de papel.
Revestimento com filme: utilização de revestimento leve e pigmentado.
Revestimento transparente: verniz protetor contra desgaste, luz solar, substâncias químicas ou umidade aplicado na impressão e na superfície de um rótulo autoadesivo.
Rigidez: qualidade de um corpo em resistir ao arqueamento.
Rótulo: porção funcional de uma estrutura autoadesiva inclui o frontal e o adesivo, que podem ser cortados em vários tamanhos e aplicados em diversos substratos.
S
Sangramento: penetração não desejada do adesivo na superfície sobre a qual a fita é aplicada. Quando o adesivo “baba” para fora do liner.
Scanner: equipamento que faz a separação das cores e tonalidades corretas.
Secador: cilindro aquecido a vapor destinado a secar o papel, em linha.
Selante: Adesivo espesso geralmente com baixa força de coesão para preencher espaços vazios e impedir a passagem de meios líquidos ou gasosos.
Sentido da fibra: é a direção das fibras no sentido do fluxo de fabricação do papel. Tanto o protetor quanto o frontal seguem o mesmo fluxo quando da produção de autoadesivo.
Shear: tempo necessário para o autoadesivo aderir na superfície aplicada, e/ou, tempo de polimerização do autoadesivo após aplicado no substrato.
Silicone: produto que é aplicado no protetor (liner), a fim de torná-lo antiaderente e proteger o adesivo, mantendo-o flexível e colante por muito tempo, sem aderir definitivamente a ela e facilitar a remoção do frontal.
Siliconização: tratamento do protetor (liner) com resina de silicone, através do processo de polimerização.
Sobrelaminado: aplicação de um filme transparente em cima de uma imagem com a finalidade de proteger ou melhorar a qualidade gráfica.
Sobreposição: rótulo que cobre a circunferência de um recipiente e uma de suas extremidades se sobrepõe à outra.
Substrato: superfície em que o adesivo é aplicado.
Skid: embalagem protetora que serve para transporte de números elevados de folhas.
T
Tack: capacidade que o adesivo tem de aderir a uma superfície no primeiro contato.
Tack inicial: também chamada de pega inicial, é a fase que possui adesão suficiente para manter as partes unidas.
Tack final: estágio em que os adesivos fixaram-se completamente no substrato.
Tackificante: resinas e adesivos adicionados para melhorar o tack inicial do filme.
Temperatura de aplicação: é a resistência às temperaturas diversas que o autoadesivo possui no momento da aplicação na superfície.
Temperatura de serviço: variação de temperatura que o rótulo autoadesivo pode suportar depois de 24 horas de aplicação no substrato.
Tensão da bobina: potência de tração ou tensão colocada na direção do movimento de uma bobina de papel pela ação de uma impressora alimentada pela bobina.
Tensão de corte: equipamento que corta a fita com facas rotatórias duplicando a ação de corte.
Térmico: faz referência aos efeitos da temperatura ou calor.
Térmico direto: tecnologia de impressão especial que utiliza pinos aquecidos que ativam de maneira seletiva um revestimento sensível ao calor aplicado ao frontal.
Teste de elmendorf: teste padronizado para determinação do poder de ruptura do papel.
Toner: corante para mudar o tom das tintas de impressão.
Toxicidade: efeito fisiológico de absorção de uma substância tóxica por meio da pele, membrana da mucosa ou sistema respiratório.
Transferência: quando o componente da fita que se move de seu próprio lugar para outra posição durante o desbobinamento ou remoção.
Transferência do adesivo: transferência do adesivo de sua posição normal para a superfície da qual ele foi destacado.
Transferência térmica: processo de impressão térmica que utiliza ribbon sensível à variação de temperatura, que é seletivamente transferido por meio de calor e pressão para uma superfície imprimível, criando assim a imagem desejada.
Transparência: propriedade de um material que transmite raios de luz para que os objetos possam ser vistos de maneira clara através da amostra.
Tubete: composto metálico, de madeira ou papel comprimido que é introduzido no núcleo do rolo de papel acabado para evitar que ele seja danificado.
U
Unidade de medida de autoadesivos: m² (metro quadrado)
Unidade de medida de papéis: g/m² (gramas por metro quadrado)
U.V.: sigla de raio ultravioleta. Processo que utiliza tintas reativas com secagem em fração de segundos.
V
Verniz: solução ou suspensão de um ou mais materiais que forma um filme protetor e decorativo pela oxidação, polimerização ou evaporação.
Vinil: cloreto de polivinilo plastificado, um filme plástico durável resistente a óleos, substâncias químicas e solventes.